Por que os games podem constituir ferramentas para aprendizagem formal

  O Que jogo é esse? está apresentando uma série de posts sobre os maiores mitos a respeito de jogos digitais e crianças ou adolescentes, sendo que nas semanas anteriores foram abordados o mito do tempo de jogo, o mito da classificação indicativa e o mito da falta de benefícios dos games. Nesta semana, trato do quarto: o mito da aprendizagem. Jogar e aprender […]

Read More Por que os games podem constituir ferramentas para aprendizagem formal
August 13, 2017

Tags: , , ,

Por que é preciso atentar para os benefícios dos games

  Bem, você que vem acompanhando o Que jogo é esse? já viu a questão do mito do tempo de jogo e o mito da classificação indicativa. Hoje tratarei do terceiro: o mito da falta dos benefícios dos games.  Interagir com jogos digitais é uma perda de tempo; não traz benefícios. É uma atividade que […]

Read More Por que é preciso atentar para os benefícios dos games
August 7, 2017

Tags: , ,

Por que é preciso atentar para a classificação indicativa dos games

Dando continuidade ao tema da semana passada do blog Que jogo é esse? (Por que o tempo de jogo não deve ser o regulador de jogos digitais), este é o segundo de cinco posts sobre os maiores mitos envolvendo jogos digitais e crianças ou adolescentes. Neste tratarei do mito da classificação indiciativa: Não tem problema […]

Read More Por que é preciso atentar para a classificação indicativa dos games

Por que o tempo de jogo não deve ser o regulador de jogos digitais

  Olá, seja bem vindo(a) ao Que jogo é esse? !! Você que tem um filho ou filha que adora pegar seu celular para jogar (ou mesmo já tem seu próprio tablet), você que é avô ou avó de crianças que ficam grudadas na tela da TV ou de games portáteis, você que é professor ou professora […]

Read More Por que o tempo de jogo não deve ser o regulador de jogos digitais